Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Junho, 2010

Tão Simples…

Imagem retirada do google.com.br

Apesar do meu notável conhecimento sobre as coisas que regem esse mundo por fórmulas, teorias e ações, desconheço de onde se origina essa repentina tristeza. Transformo matéria-prima em arte através de minhas mãos que realizam uma alquimia barata, porém admirável. Entretanto, não encontro meios simples de modificar minha expressão solitária dando vez a um sorriso despreocupado. Eis diante de mim a vida e seus dilemas, um palco de atrações mistas, as quais nem todas as mágicas são previsíveis. E eu, sou apenas um mero coadjuvante, aprendiz de mágico, que tenta tirar da cartola um sonho, alguns confetes e, quem sabe, meu sorriso escondido. Mas, se ora estou a protagonizar o espetáculo, ora estou a ser dele o espectador torcendo avidamente pelo seu surpreendente desfecho.

Não adianta buscar plenitude em uma vida que não lhe permitirá ser coeso durante todo tempo. Nessa estrada você irá derrapar e alguns rodopios serão inevitáveis. A diferença está em como cada um retoma o controle da direção. Porém, muitos se deixam sair do caminho e escorregam para seu particular abismo… Uns o chamam de carma, outros de destino, mas eu o denomino de fraqueza. A vida é um caminho instável cheio de aclives e declives em meio às curvas fechadas que não nos permitem saber o que está adiante. Mas, se queres saber mais sobre a vida, então a viva ao invés de questioná-la.

Essa repentina tristeza me envolve e, aos poucos, me consome, entretanto é algo necessário que só entenderei mais adiante, no final da próxima curva. Não acredito no acaso, tampouco na coincidência, a vida é cheia de minúsculos detalhes, estes que nem sempre somos humildes o bastante para percebê-los. Se engana quem acredita que a vida é complexa. A vida é um percurso árduo, porém simples, onde cada percalço enfrentado no início de um inesperado aclive será recompensado no final do mesmo. Ao meu ver, não há que se falar em infelicidade, pois a felicidade é muito mais do que sorrisos, ela também compreende as lágrimas, as dores, os medos… No final das contas tudo será uma somatória e cada ítem será de fundamental importância. Sei que às vezes um sorriso custa uma lágrima alheia, porém esta será consolada e, por alguém, valorizada. Acredito que a vida seja uma balança de contra-peso desproporcional, mas que no final acaba, inexplicavelmente, se esquilibrando.

Um dia estarei com meus cabelos grisalhos, minha pele enrugada e, provavelmente, sentado em uma cadeira de balanço olhando para uma paisagem qualquer. Pode ser que nesse dia eu ainda não saiba da onde se originou essa repentina tristeza, mas com certeza eu entenderei o seu por quê e ficarei eternamente agradecido, tanto pelas dores, como pelos sorrisos. Pode ser que eu ainda seja aquele mesmo aprendiz de mágico, mas agora com muito mais destreza e, certamente, já terei tirado muitos sonhos da cartola.

Enfim, a vida é simples para quem somente a vive, dia após dia, e complexa para quem tenta desvendá-la. Não preciso entender o que é e como se formou o Sol, já me basta ser aquecido por ele. Aprendi a conviver com alguns mistérios. Eles me levam a acreditar em um instante de magia.

Michel Carvalho

Read Full Post »